Ficar muito tempo em pé e de salto não é para qualquer uma, mas algumas atitudes podem melhorar e muito o desconforto.

Confira abaixo 10 medidas para fazer antes, durante e depois do uso do salto para minimizar as dores e problemas:

salto

1. O jeito como você caminha faz diferença. O correto é apoiar no chão primeiro o calcanhar, depois a borda e, por último, os dedos, e não o contrário. Se você não souber andar de salto, pratique um pouco em casa para evitar lesões.

2. Antes de sair e depois de chegar, faça exercícios e alongamentos. Sentada e com uma das pernas esticadas, alongue o pé, empurrando a ponta para baixo. Despois, flexione-o, empurrando o calcanhar para fora e a ponta para cima. Em seguida, rotacione o pé no sentido horário e anti-horário. Por fim, apoie a perna sobre a outra e, com as mãos, dobre e estique as pontas do pé.

3. Repita o procedimento na outra perna e, ao final, apoie as pernas em uma superfície mais alta para que fiquem elevadas e facilitem o retorno venoso.

4. Quando a dor estiver muito aguda durante o uso, procure jogar um pouco de água gelada para aliviar a dor e o inchaço. Se for possível, mantenha as pernas elevadas por alguns minutos.

5. Adesivos de silicone também ajudam a reduzir a dor, pois absorvem o impacto do peso na planta do pé.

6. No dia seguinte de uma noitada, faça uma compressa com gelo ou escalda pés para desinchar os pés.

7. Ao experimentar um novo calçado, observe a pisada. Se o sapato não se adequar perfeitamente ao seu pé e você sentir que está pisando mais com a parte de dentro ou de fora, use palmilhas e adaptadores para ajustá-lo.

8. Como nossos pés tendem a inchar durante o dia, o ideal é experimentar e comprar sapatos no final da tarde, para garantir que eles ficarão confortáveis em qualquer momento.

9. Procure revezar seus sapatos durante a semana, alternando entre os saltos mais altos, mais baixos e os modelos sem salto.

10. Se a dor e o formigamento persistirem, é indicado procurar um médico.

Leave a Reply